Jaguar perfume Classic Motion

Jaguar perfume Classic Motion

Classic Motion de Jaguar é um perfume Aromático Aquático Masculino. Classic Motion foi lançado em 2013. O perfumista que assina esta fragrância é Karine Dubreuil. As notas de topo são Bergamota, Limão verdadeiro ou siciliano, Hortelã e Folha de Vidoeiro as notas de coração são Pimenta preta, Coentro, Lavanda e Notas oceânicas as notas de fundo são Raíz de Orris ou Lírio Florentino, Vetiver, Sândalo, Patchouli ou Oriza, Almíscar branco e Âmbar


EDP Eau de Parfum água de perfume
EDP.REC água de perfume recarregável
EDT Eau de Toilette água de Toilette
EDT.REC água de Toilette recarregável
EDC Eau de Cologne água de Colônia água de colónia
AS After Shave Loção Pós-Barba
AS.BALM After Shave Balm Gel Pós-Barba


Se fosse necessário resumir a história da Jaguar em duas palavras, seria "William Lyons". Ele foi o fundador, engenheiro, diretor de marketing, estilista, porta-voz e, no início, provavelmente o concierge e agente da Jaguar. Lyons teve William Walmsley como seu primeiro parceiro.
Os dois se conheceram em 1921. Lyons era então um ávido motociclista com apenas 20 anos de idade, enquanto Walmsley, um "velho" de 28 anos, fabricava carros laterais na garagem da família. Como um lembrete, um carro lateral é uma pequena cabine de um lugar com uma roda que é montada na lateral das motocicletas. Isso permitiu que famílias inglesas de baixa renda desfrutassem de transporte
Os dois se deram muito bem e rapidamente decidiram se unir e formar a Swallow Sidecar Company, com sede em Blackpool.

Os negócios da Swallow Sidecar, convenientemente conhecida como SS, estão indo muito bem, a ponto de a empresa ter de se mudar para instalações maiores apenas dois anos depois. Os dois William aproveitam a oportunidade para mudar o nome da empresa para Swallow Sidecar & Coach Building Company, uma vez que esta começa a reparar carrocerias.
Em janeiro de 1927, a SS & CBC produziu o primeiro carro de duas portas, um Austin Seven 1922 projetado por Lyons. Ainda não estamos falando de prestígio, longe disso. Uma concessionária Austin em Londres, Henley, goste do trabalho dos dois parceiros e faz um pedido de 500 unidades.

No ano seguinte, uma versão de quatro portas chegou ao mercado ... e a empresa mudou novamente seu nome para Swallow Coachbuilding Company, embora não tenha desistido de fabricar carros laterais.

O Jaguar está apontando o focinho

Os negócios iam bem e em 1928 nossos dois Williams se mudaram para ficar mais perto da indústria automobilística britânica, Coventry. No ano seguinte, um primeiro SS, para Standard Swallow, apareceu. Por que a andorinha padrão? Porque o chassi é padrão. Além disso, os crachás não custam muito, continuam os mesmos (SS)!

No entanto, não foi até o London Motor Show de 1931 para ver o carro que de certa forma marcou a estreia da SS no mundo dos "adultos", o SS1. As mais de 4000 unidades construídas entre 1931 e 1936 agora valem uma fortuna. O primeiro carro com o nome Jaguar apareceu em setembro de 1935. Era o Jaguar SS 90. Uma versão mais potente chegou no ano seguinte, o Jaguar SS 100. De onde veio o nome Jaguar? Não é muito claro, mas parece que a Standard Motor Company já estava usando esse nome para um de seus modelos.

Finalmente, Jaguar!

O sucesso da gama SS é tal que implica grandes modificações. Walmsley deixa o barco e a empresa muda seu nome novamente, desta vez para SS Cars. A Segunda Guerra Mundial também trouxe sua cota de reversões. Durante o conflito, a SS Cars construiu carros laterais e trailers para o Exército Britânico. Por causa das ações da polícia nazista, as letras SS tornaram-se sinônimos de atrocidades. Não é o tipo de publicidade de que uma montadora precisa. Em 23 de março de 1945, William Lyons renomeou sua empresa. Bem-vindo Jaguar!

Outra consequência da guerra, o governo britânico, para reanimar a economia, decreta que 50% da produção deve ser exportada. Felizmente, os Estados Unidos estão passando por um boom econômico extraordinário. Em 1948, Lyons passou cinco semanas na América para estabelecer uma rede de concessionários. Nesse primeiro ano, a Jaguar vendeu 238 unidades por lá.

Desde meados da década de 1930, mas interrompido pela guerra, os engenheiros da Jaguar têm trabalhado em um motor experimental "X", que recebeu o nome de XK quando entrou em produção. O primeiro carro a usá-lo foi o XK120, um magnífico carro esportivo que influenciaria o mundo automotivo, mostrado pela primeira vez no Salão do Automóvel de Londres em 1948. Em 1953, foi substituído pelo XK140.

O tempo das fusões

No início dos anos 1950, Morris (MG) e Austin se fundiram: nasceu a BMC, a British Motor Corporation Limited! Doze anos depois, em 1966, a Jaguar e a BMC se uniram para formar a British Motor Holdings (BMH).

William Lyons, com quase 60 anos, cede seu cargo de presidente e CEO, mas mantém o controle da holding. Dois anos depois, a BMH e a Leyland Motors Limited, outro grande consórcio inglês, se uniram, formando a British Leyland Motor Corporation (BLMC) responsável por 95% da produção automotiva inglesa!

Está tudo muito bem, mas são especialmente dois carros lançados em 1961 que chamam nossa atenção.
Com finesse, o Mark X (XJ)

Em primeiro lugar, o Mark X, um sedan com um estilo revolucionário em comparação com os outros sedans da Jaguar. Este Mark X permanecerá em produção por 30 anos, fiel ao visual original de charme louco. Com o passar dos anos, o Mark X se tornou o XJ, produzido até 2009. O XJ que o substituiu era totalmente diferente e, claro, infinitamente menos distinto.

Se Enzo diz ...

O outro carro, e não menos importante, é o E-Type, conhecido na América como XK-E. Foi revelado em março de 1961, no Salão Automóvel de Genebra. Este cupê esportivo, projetado por Malcolm Sayer, é tão esteticamente agradável que Enzo Ferrari, embora relutante em elogiar seus concorrentes, diz que é o carro mais bonito de todos os tempos. Ainda.

Além disso, o motor e o chassi cumprem as promessas da carroceria. O E-Type permaneceu em produção até 1975, embora, para atender aos padrões de segurança cada vez mais rigorosos, suas linhas tenham se perdido em elegância.

Os anos 1950 e 1960 foram extraordinários para a Jaguar, mas os ventos mudaram na virada dos anos 1970. Em 3 de março de 1972, Sir Williams Lyons se aposentou após 50 anos de serviço leal. Seu sucessor, Frank Raymond Wilton ‘’ Lofty ’England, um engenheiro de corrida da Jaguar desde 1946, permaneceu no cargo por apenas dois anos.
Tempos difíceis

Em 1975, a indústria automobilística inglesa entrou em colapso visível, não podendo se renovar para acompanhar as tendências mundiais (medidas de segurança e antipoluição, globalização dos mercados, etc.). O BLMC, do qual a Jaguar é um, deve resolver pedir ajuda ao governo.

Em vez de emprestar somas colossais, a administração pública o nacionaliza. Mas isso não muda muito, as marcas menos lucrativas empobrecem o resto. Para salvar a Jaguar, decidiu-se privatizá-la (1984).
Uma flor no asfalto

Em 1988, a Jaguar apresentou um dos carros de produção mais sublimes de todos os tempos, o XJ220. Um verdadeiro poço financeiro para a empresa, este carro superesportivo extremamente longo e baixo, desenvolvido em colaboração com Tom Walkinshaw Racing (TWR), tem a missão de enfrentar o Ferrari F40 e o Porsche 959. Apenas isso.

Observe que seu chassi é feito de alumínio da Alcan. A produção começou em 1992 e terminou em abril de 1994 após 281 unidades.
A era Ford ... então Tata

Em 1999, a Jaguar juntou-se à família Ford! Eh sim. A Ford criou então o Premier Automotive Group que incluía, além da Jaguar, a Aston Martin, a Volvo e, a partir do ano seguinte, a Land Rover. Na era Ford, a Jaguar diversificou sua oferta, mas gerou poucos lucros.

Por esse motivo, aos primeiros sinais de recessão econômica em junho de 2007, a Ford anunciou a venda da Jaguar e da Land Rover. É adquirido por um grande fabricante indiano, Tata Motors Inc.

À medida que os piores cenários se avolumam na imaginação de muitos críticos de automoveis, os anos subsequentes provam que a Tata tinha uma visão para o futuro da Jaguar e da Land Rover e, o melhor de tudo, um profundo conhecimento do mercado de carros de luxo.

Desde a aquisição pela Tata, a Jaguar, como a Land Rover, experimentou um aumento incrível de popularidade. Graças a um programa de pesquisa e desenvolvimento muito elaborado, ela não segue mais o desfile em termos de técnica, faz parte dele.


Perfumes for Men

Perfumes for Men: The 4 Olfactory Families of Men's Perfumery Among the most important olfactory families that make up men's perfumery, we highlight the woody family, the aromatic family, the oriental family, and the citrus family. Each is divided into subfamilies, allowing for numerous combinations of aromas. In each family, we will find the raw materials that compose it, enriching the olfactory character of that family.

Woody Fragrances for Men:

The woody family is a grouping of predominantly masculine tones. It comprises fragrances with a primary accord of woods such as cedar and sandalwood. Woody notes impart a warm and enveloping character to the composition and blend well with other olfactory families.

Aquatic-Woody Fragrances:

Including essential oils of wood, cedar, sandalwood, patchouli, or vetiver. Aquatic notes add marine or oceanic tones, refreshing the woody notes.

Woody Fragrances:

Offering warm and enveloping tones, combining wood notes with masculine aromatic notes like lavender, sage, basil, or thyme.

Woody-Chypre Fragrances:

Powerful and imposing, these fragrances blend the warm notes of the woody family with strong and luxurious chypre tones, leaving a lasting impression.

Woody-Floral-Musk Fragrances:

Blending warm tones with softened floral notes, often combined with musky notes, especially white musk, adding beautiful sensuality to the perfume.

Spicy-Woody Fragrances:

Spices bring strength and power to the composition, enhancing the initial woody notes with ingredients like pepper, coriander, or cinnamon.

Aromatic Fragrances for Men:

Under aromatic fragrances, we group aromatic herbs like sage, rosemary, lavender, or thyme. It is a highly popular family in men's perfumes, emanating great masculinity. Lavender, widely used in men's perfumery, takes center stage in this family.

Aquatic-Aromatic Fragrances:

Formulated with noble plant materials like lavender, sage, tarragon, gentian, or star anise. Associated with aquatic notes, the composition is both light and very masculine.

Aromatic-Fougère Fragrances:

Combining aromatic notes with fern family notes, highly popular in men's fragrances. Often, a heart with geranium and oakmoss as a base note creates ultra-masculine fragrances.

Aromatic-Fresh Fragrances:

Alongside aromatic notes, often vegetable, we sometimes associate fresh notes. This freshness is usually provided by the citrus family composed of citrus fruits like orange, grapefruit, lemon, or bergamot.

Green-Aromatic Fragrances:

Notes combining with lavender or basil. Among the notes providing more greenery, we find galbanum, lily of the valley, mint, or violet flower. Green aromatic scents are particularly appreciated in summer.

Citrus Fresh Fragrances for Men:

The citrus family is the oldest olfactory family, mainly composing men's cologne. It offers fresh and light tones, sometimes spicy. Here, you will find grapefruit, orange, bergamot, and lemon. Widely used in men's perfumery, citrus fragrance notes blend perfectly with other olfactory families.

Oriental Fragrances for Men:

The oriental family emits warm and sensual notes of vanilla or spices. This family gains its richness from powerful and oriental notes such as cinnamon, precious woods, vanilla, amber, or resins. With its powerful character, the oriental family combines with many tones to offer intense and original fragrances.

Oriental-Fougère Fragrances:

The Oriental family is one of the most popular in perfumery, primarily comprising warm notes. Common oriental notes include resinous smells, balsam, or spices. Fern notes bring great virility to the composition.

Oriental-Spicy Fragrances:

Oriental-spicy fragrances are attention-grabbing scents with strong, potent, and imposing spices that pair well with other spices or various balsams and resins.

Oriental-Woody Fragrances:

With very warm oriental notes, seductive tones like cedarwood, sandalwood, vetiver, or tonka bean are added. Chic, warm, and ultra-seductive, orient

Perfumes

Understanding Perfumes: Types, Composition, and Families

Understanding Perfumes: Types, Composition, and Families

What Are the Different Types of Perfumes?

In a perfume bottle, there isn't just the fragrant substance; the perfume is primarily composed of a carrier whose role is to dissolve the fragrant substances well. There is a finisher, usually a fixative, which helps strengthen the fragrance's tenacity. The fixative is often in the form of iris root powder.
There is an abundance of perfumes, fragrances here and there that fill the shelves of perfumeries worldwide. But what's most impressive is that each of these aromas is unique. So, it's natural to ask the following question:

What are the differences between these fragrances based on?

We can differentiate perfumes based on various criteria. Firstly, there is a difference based on the nature of the medium.
There are 3 types of perfume according to this criterion:
1.    Alcoholic fragrances are the most common; the carrier is pure ethanol. It has the advantage of being very volatile, leaving only the scent on the skin.
2.    Oily fragrances are particularly gentle on the skin.
3.    Solid perfumes, commonly called "perfume concrete," where the perfume components are diluted in a "balm." These scents are applied in small quantities to selected areas.

Furthermore, a distinction can be made even in alcoholic perfumes, according to the content of fragrant compounds. In fact, in our perfumes, we see different names like "eau de parfum" or "eau de toilette." That's where the difference in quality lies, often related to the price difference between perfumes.

•    There are sweet waters or colognes that contain less than 8% fragrant substance. Fixation is about 1 hour.
•    Eau de Toilette has a concentration of 6 to 12%, for a fixation of about 3 hours.
•    Eau de parfum is part of this concentration growth with between 10 and 20% fragrant substance, for a period of several hours.
•    Finally, there are the perfumes themselves, which are composed of 15 to 40% fragrant material and ensure fixation for several days.

Perfume Composition: The Notes

When we talk about perfume, we often talk about notes: top, heart, base notes. They correspond to the composition in fragrant substances of the product:
•    Top notes: these are the first notes, those you feel as soon as the product disperses in the air; fresh notes of citrus fruits or herbs;
•    Heart notes: these are the ones that will smell for several hours, it's the character of the perfume; powerful notes of flowers, fruits;
•    Base notes: these are the notes that will last for several days, that will remain; warm and powerful notes of wood, moss.

Fragrance Families

When we go to a perfumery, we are usually asked what kind of perfume we like: more floral, woody, amber, etc.

There are seven main fragrance families:
1.    Citrus aromas: composed of fruit peels: orange, bergamot, citron;
2.    Floral fragrances: composed mainly of flowers: jasmine, rose, violet;
3.    Fern aromas: woody notes, lavender, oakmoss;
4.    Chypre scents: accords of oakmoss, patchouli, bergamot;
5.    Woody aromas: warm notes of sandalwood, patchouli, cedar;
6.    Amber aromas: oriental, sweet, powdery fragrances with vanilla;
7.    Leather perfumes: composed of dry notes of tobacco, smoke, burnt wood.

It is possible to distinguish perfumes based on the nature of the fragrant compound.
•    Most often, it is in the form of essential oils, which are concentrates of volatile molecules from the plant. They are obtained by distillation.
•    There are also many perfumes made from so-called "absolute" plant raw materials. Like essential oils, they are found in alcoholic, oily, and solid perfumes.
•    The third type of fragrant compound relatively present in the perfume market corresponds to CO2 extracts, which allow obtaining an odor closer to the plant than its essential oil. CO2 extracts are 100% natural and very ecological.

It should be noted that, with the industrialization of perfume and the progress of chemistry, synthetic processes emerge that allow the production of artificial fragrant compounds. Synthetic smell is sometimes more faithful than that of natural raw material, as in the case of rose.


 

Write a review

Note: HTML is not translated!
    Bad           Good
Captcha
  • Brand: Jaguar
  • Product Code: PER-PT-13166
  • Availability: In Stock
  •  
  • 24.95€

  •  

Available Options


Related Products

Jaguar perfume Classic Gold

Jaguar perfume Classic Gold

Jaguar Classic Gold de Jaguar é um perfume Amadeirado Aromático Masculino. Jaguar Classic Gold fo..

17.95€ 77.00€

Jaguar perfume Classic Red

Jaguar perfume Classic Red

Jaguar Classic Red de Jaguar é um perfume Amadeirado Aromático Masculino. Jaguar Classic Red foi lan..

21.95€ 77.00€

Tags: jaguar, perfume, classic, motion, perfumes, para, homens


We do not currently have this product in stock. Enter your email to receive notification as soon as the product is available.








A entrega deste produto pode demorar entre 15 a 21 dias.