Schwarzkopf BC Oil Miracle Rose Oil Shampoo

Availability:
Out Of Stock
Product Code:
PER-PT-11524
Brand:
Schwarzkopf Professional
13.90
Not yet rated Write a review

In case the product is out of stock, click on it and choose the option “Notificar-me”.

All products are original with taxes and fees included.

Share in social media

shampoo para todos os tipos de cabelo com o couro cabeludo sensibilizado. Limpa e trata com óleos preciosos que suavizam e purificam da raiz às pontas.

Schwarzkopf Professional BC Bonacure Oil Miracle Rose contém os ativos extraídos de flores poderosas, que agem nas necessidades especiais de hidratação e cuidados dos fios.
 

Cabelos com caspas / Couro Sensível

Como escolher o seu champô anti-caspa?

Escolher o seu champô anti-caspa não é fácil! Como identificar o seu tipo de caspa e como escolher um champô adequado?
O que é caspa?
A caspa é na verdade uma coleção de células mortas localizadas nas raízes, que às vezes é acompanhada de comichão ou irritação no couro cabeludo. Elas são facilmente identificadas no couro cabeludo e cobrem rapidamente a superfície das suas roupas.
Porque tenho caspa?
A caspa não se deve à falta de higiene, é simplesmente uma ruptura das glândulas sebáceas que causa excesso de sebo no couro cabeludo. A barreira da pele é enfraquecida, o couro cabeludo é sensibilizado e a caspa aparece.

Como  identifica o seu tipo de caspa?

Para escolher o champô anti-caspa certo, precisa identificar o tipo de caspa.
Existem dois tipos:
•    Caspa seca, minúscula e branca que descasca facilmente, corresponde a um couro cabeludo seco.
•    Caspa oleosa, maior e correspondente a um couro cabeludo mais oleoso. Geralmente falamos de dermatite seborreica.
 
Esse é um critério essencial a ser considerado ao tratar a sua caspa; portanto, ao comprar seu champô, lembre-se de verificar se é recomendado para caspa seca ou oleosa.

Escolhendo o champô certo

Um champô anti-caspa é usado para limpar o couro cabeludo, combater o excesso de sebo, mas também para aliviar a irritação e coceira.
•    Se a sua caspa estiver seca e não for acompanhada de problemas específicos (prurido, placas, irritação): um champô anti-caspa vendido em supermercados pode ser suficiente.

•    Se a sua caspa seca causar um pequeno inconveniente, como a comichão que não é muito chata diariamente: aposte num champô comprado em farmácias ou em lojas online e que contenha ingredientes ativos mais poderosos.

•    Se a sua caspa for oleosa: também será tratada com champôs da farmácia ou de lojas online.
 
 De qualquer forma, opte por um champô suave contra a caspa, pois um produto muito agressivo pode ampliar o problema irritando ainda mais o couro cabeludo. Além disso, é essencial respeitar as indicações dadas (frequência de lavagem, tempo de exposição etc.) para obter bons resultados.

Quando consultar?
Um champô vendido em supermercados, lojas online ou farmácias sem receita médica é suficiente nos casos mais comuns. Mas se sua caspa persistir ou estiver com comichão ou irritação no couro cabeludo, é melhor consultar um dermatologista para chegar à raiz do problema. Ele será capaz de determinar a origem exata da sua caspa e prescrever os cuidados adequados, que são muito mais concentrados em ativos e eficazes do que os vendidos livremente.
Não deixe a caspa arruinar a sua vida! Escolher o champô anti-caspa certo fará com que volte a cabelos saudáveis e lindos em pouco tempo!


Shampoo

7 critérios para escolher seu shampoo

A lavagem é um passo importante para a beleza e a saúde dos cabelos. A questão do champô, um produto para escolher com cuidado, e não apenas pelo seu bom cheiro.

1. Não agrida o cabelo

Os champôs de nova geração livram-se principalmente dos sulfatos, esses limpadores químicos. Outros usam sulfatos leves. Portanto, preferimos um champô com surfactantes não agressivos, evitando o laureth sulfato de sódio ou o laurilsulfato de sódio, o mais agressivo dessa família. "As fórmulas estão evoluindo, especifica Denise Guillouet, da L'Oréal Professionnel. Os sulfatos foram substituídos por surfactantes mais macios, derivados do coco. Eles têm um bom poder de lavagem sem irritar, destinam-se a todos os couras cabeludos saudáveis, incluídos em cabelos coloridos ou alisados. Alguns produtos também são formulados com micelas (como removedores de maquiagem), que se juntam para remover sujidade e sebo".  Lave delicadamente.

2. Lave o cabelo todos os dias

Nada atrapalha, desde que você escolha um champô suave. Ou seja, com agentes de limpeza muito respeitosos com o couro cabeludo. "Uma aplicação é suficiente e com pouco produto", acrescenta Catherine Chauvin. Se o couro cabeludo estiver oleoso, use um shampoo específico para manter o volume mais tempo. Ou, em uma versão natural, escolha um champô neutro (base muito suave) ao qual são adicionadas algumas gotas de óleo essencial de tea tree (melaleuca). Primeiro teste na curva do cotovelo para ver se não há reação.

3. Embelezar cabelos compridos

"Não é necessariamente uma boa ideia escolher seu champô de acordo com o comprimento, porque não é o que irá curá-los", explica Denise Guillouet. A menos que, se você não tiver nenhum problema no couro cabeludo, nesse caso, podemos escolher um champô mais específico para os comprimentos ". "De qualquer forma, não é necessário amassá-los como se você estivesse lavando a roupa!", Continua Catherine Chauvin, da René Furterer. Isso danifica os cabelos e abre suas escamas. A espuma que flui ao longo das fechaduras é suficiente para lavá-las ". É o cuidado que eles precisam. Portanto, após a lavagem, a aplicação de um bom condicionador ou máscara é essencial, especialmente se o cabelo for comprido. Este produto irá restaurar a suavidade, e desembaraçar a fibra capilar.

4. Limpe e trate o couro cabeludo

O primeiro papel do champô é lavar o couro cabeludo! Parece óbvio, mas, como diz Charline Roussé, da Biocoiff, "você deve escolher de acordo com a condição do couro cabeludo, e não com o cabelo!". No entanto, muitas vezes, continua o especialista em cabelos orgânicos, o champô usado não atende às reais necessidades do couro cabeludo. "No caso de um problema no couro cabeludo, o champô deve tratar as raízes. Por exemplo, usaremos um champô que regula o sebo ou suaviza (em caso de irritação) uma ou duas vezes por semana, alternando com um champô suave", acrescenta Catherine Chauvin. Daí a importância de ter um bom diagnóstico: como é difícil ver o seu couro cabeludo, você pode pedir a seu cabeleireiro, durante um corte ou uma cor, para nos dar informações sobre o estado do nosso couro cabeludo. Saberemos se deve hidratá-lo, nutri-lo, purificá-lo ou simplesmente lavá-lo suavemente. E evitaremos irritação ou seborreia excessivas, porque o champô usado não é adequado.

5. Usar ingredientes naturais

Seja natural, com base em extratos de plantas (karité, aloe vera, urtiga) ou rotulados como orgânicos, esses champôs são adequados para todos. Eles lavam eficazmente com surfactantes à base de plantas, que são gentis e respeitosos como a betaína de coco e SLSA (acetato de lauril sulfo de sódio). Ao escolher esse tipo de champô, você tem certeza de ter um produto que respeita tanto o couro cabeludo quanto o cabelo e não cobre os comprimentos de um filme oclusivo. "Mas os champôs orgânicos, por exemplo, não são necessariamente '100% vegetais', porque os rótulos permitem um pouco de química", diz Charline Roussé. Para saber o que há no seu champô, você deve ler os rótulos com atenção, especialmente se você quiser um champô realmente natural!". Esses produtos deixam o cabelo limpo e macio, geralmente brilhante, mas também um pouco seco e áspero. Um condicionador, aplicado a logo depois, será responsável por restaurar a suavidade dos comprimentos.

6. Evite produtos que produzem muita espuma

"Quanto mais espumas, mais ataca o couro cabeludo", diz Nina Roos, dermatologista. "Um champô suave real deve espumar menos: esse baixo poder de formação de espuma comprova um baixo nível de surfactantes. A espuma é um desperdício!", Continua David Baco, da Furterer. Além disso, pouca espuma é menos champô e menos água para eliminá-lo. "Isso também permite uma melhor tolerância ao produto, acrescenta o formulador. Além disso, a alegação de 'fórmula biodegradável' no frasco é uma vantagem real a ser levada em conta na escolha", conclui.

7. Não sufoque os cabelos compridos

Optamos por um champô sem silicone. Essas moléculas amplamente utilizadas suavizam e revestem a fibra capilar. O que pode ser um trunfo para cabelos rebeldes, secos ou difíceis de pentear. Mas a longo prazo, como eles não eliminam ou dificilmente eliminam, os silicones acabam sufocando os cabelos, que estão perdendo força. "Os únicos ingredientes ativos que protegem os cabelos da humidade e, portanto, do frizz, esses silicones são eliminados melhor do que antes, explica Denise Guillouet. Mas, acima de tudo, eles são substituídos por outras moléculas, polímeros que suavizam as escamas. ". Para David Baco, "os silicones ainda são muito utilizados por suas propriedades de revestimento, mas não são muito" ecologicamente corretos". Por outras palavras, eles não são biodegradáveis e são encontrados nas águas residuais. Portanto, devem ser evitados o máximo possível.


Cabelo

Dicas para manter a saúde, brilho e vida dos nossos cabelos.



1. Em primeiro lugar, lavar, cortar e hidratar o cabelo regularmente são palavras de ordem. Neste processo é necessário escolher os produtos mais indicados para cada tipo de cabelo.

Uma linha mais hidratante para quem tem o cabelo seco ou quebradiço ou uma linha específica para quem tem cabelos pintados, por exemplo. Saber qual é o nosso tipo de cabelo é muito importante, para sabermos como tratá-lo na perfeição.

2. Após lavar o cabelo, pelo menos duas vezes por semana, é necessário aplicar uma boa máscara hidratante, para restabelecer os níveis de hidratação dos fios de cabelo.

Se o cabelo é seco, deve utilizar-se máscara duas vezes por semana, até obter-se a hidratação necessária, passando depois a aplicá-la apenas uma vez por semana.

3. Uma dica muito importante – Evitar desembaraçar o cabelo enquanto ainda estiver molhado, pois ao passar um pente pelos fios de cabelo entrelaçados, estes correm o risco de ficarem partidos ou danificados.

4. Aplicar uma boa quantidade de spray protetor de calor e secar o cabelo com a ajuda de um secador. Secar todos os dias o cabelo não o danifica, desde que o secador seja colocado a uma distância de cerca de 25/30 cm do cabelo, utilizando sempre um protetor de calor.

5. É necessário escolher os produtos de styling mais adequados para o look desejado. Sem uma ajuda extra, será difícil alcançar o objetivo pretendido.

Newsletter Subscribe


We do not currently have this product in stock. Enter your email to receive notification as soon as the product is available.