Lanvin


Lanvin, icônica marca parisiense

A história da casa Lanvin nos leva ao coração de Paris, em 1889. Na verdade, ela nasceu quando a própria Torre Eiffel estava emergindo do solo. Lanvin deve sua existência a Jeanne Lanvin, designer que abriu sua primeira boutique na rue du Faubourg Saint-Honoré, um endereço que agora se tornou lendário e que ainda permanece a sede da empresa. Instalou-se como modista e começou a fazer roupas infantis, inspirando-se na filha Marguerite. Então, a Lanvin gradualmente evoluiu para o mundo da moda feminina. Foi então em 1909 que Jeanne Lanvin realmente adotou o status de casa de moda ao entrar no sindicato da costura. No entanto, não foi até a década de 1920 para ver um desenvolvimento considerável desta marca. Naquela época, a Lanvin já tinha 1.200 funcionários, ocupando três prédios em Paris e sete filiais ao redor do mundo. Foi então que essa empresa em crescimento decidiu expandir sua indústria. Inicialmente, a Lanvin desenvolveu uma linha esportiva em 1923. Então, foi em 1924 que ela decidiu atacar a perfumaria antes de criar a lingerie, em 1926.


As fragrâncias, maravilhas de Lanvin


A primeira fragrância da Lanvin foi desenvolvida pelo nariz André Fraysse. Em seguida, carregava sobriamente o nome da marca. Foi seguido por um dos maiores perfumes do século passado, Arpège, criado em 1927 por ocasião dos 30 anos de Marguerite, filha querida de Jeanne Lanvin. Seu nome foi inspirado no amor do designer pela música. Seguiu-se então toda uma antologia de fragrâncias de prestígio como Scandal, Rumeur ou Prétexte, até a morte de Jeanne Lanvin, em 1946, quando ela tinha 79 anos. Marguerite então assumiu a administração da casa até sua morte em 1958. Seguiram-se inúmeras criações olfativas, como a de Crescendo em 1964, Monsieur Lanvin, em 1966, Vetyver Lanvin em 1971, Cardomone em 1983, Lanvin Homme em 1987 ou Oxygène em 2000. Foi então que o talentoso Albert Elbaz chegou à chefia da direção artística da Lanvin. Ele ingressou na empresa em outubro de 2001, quando a Lanvin foi comprada pelo grupo L'Oréal. Seu talento contribuiu para renovar consideravelmente a imagem do signo. Além disso, ele também não deixa de homenagear a criadora da marca, Jeanne Lanvin, em uma fragrância homônima criada em 2008.

Atualmente, o sucesso da Lanvin é tal que as criações da marca estão estourando em todo o mundo. Possui mais de 400 pontos de venda em todo o mundo, incluindo mais de trinta lojas em seu próprio nome. Além disso, a casa Lanvin localizada na rue du Faubourg Saint-Honoré em Paris continua a surpreender os visitantes.


Categoria:

NOVIDADES

Mugler perfume Alien Goddess

-11%

New

Inscreva-se na Newsletter