I.C.O.N. Bleach Cream Bleach

Disponibilidade:
Ruptura de Stock
Modelo:
PER-PT-21354
Marca:
I.C.O.N.
16,00 14,90

Poupou 1,10€

Sem avaliação Escreva um comentário

No caso de o produto se encontrar esgotado, clique em cima do mesmo e escolha a opção “Notificar-me”.

Todos os produtos são originais com impostos e taxas incluídas.

partilhar nas redes sociais


I.C.O.N. foi criada em 2002 e tem o compromisso de enriquecer a indústria da cosmética com produtos e desenvolvimento de negócios inovadores. Pensando no profissional e no consumidor, criamos produtos de qualidade com ingredientes naturais e orgânicos a partir de recursos sustentáveis, bons para o cabelo e para o meio ambiente.
Os produtos têm origem na mente e trabalham-se com o coração; cada um é criado artesanalmente e projetado para funcionar na perfeição. Cada um tem sua própria identidade, para ir ao encontro das necessidades dos cabeleireiros e clientes.
"Nós somos visionários. Nós somos criadores de fórmulas. Somos inovadores. Nós somos inspiradores. Somos ecologicamente conscientes. Nós somos criadores de tendências. Nós somos perfeccionistas. Nós somos educadores. Nós somos I.C.O.N."

Aclarante

Descolorar o cabelo: conseguir descolorar!

Para passar do escuro para o claro, descolorir o cabelo é a maneira mais rápida e eficaz de obter um novo tom porém, esta técnica deve ser usada com certos cuidados!

Como descolorar o cabelo?

A descoloração é feita graças a um agente oxidante que abre as escamas do cabelo e remove os pigmentos. Logicamente, quando o cabelo fecha, fica mais fino e translúcido.
Para a descoloração de cabelos pintados, também falamos em desmaquilhagem ou descoloração. Esse método também permite que aplique uma nova cor em cabelos já pintados!
A descoloração de cabelos coloridos é possível, exceto que deve prestar atenção à cor anterior para a nova cor que escolheu.
Já nos cabelos naturais tudo é possível, não é o caso da  descoloração dos cabelos coloridos: é preciso cuidar para que as cores não alterem, ao passar do preto azulado ao loiro, por exemplo.
Se tivermos usado cores vegetais com índigo, evitamos a descoloração! Se quer uma cor chamativa, o clareamento dá uma nova base e um novo campo de expressão do cabelo!

É um método para todos os tipos de cabelo?
É aconselhável ter cabelos já saudáveis e fortes para fazer o clareamento, a fim de evitar danos excessivos aos cabelos e torná-los quebradiços. Permanentes ou alisamentos diários também não são ideais para o desbotamento porque a fibra capilar já está danificada.
Obviamente, o comprimento do seu cabelo também desempenha um papel: quanto mais curto, mais rápido o cabelo será descolorido e evitará sensibilizá-lo em excesso.
A vantagem da oxidação é que permite adotar a cor loira ou ruiva, mesmo que a base do cabelo seja escura (cabelos pretos por exemplo). No entanto, deve ser razoável, se quer um loiro branco ou platinado, a base deve ser loira escura.
Cabelos negros, não devem ser descolorados! Descolorar o cabelo preto raramente é uma boa ideia, especialmente porque o cabelo escuro é mais espesso (e, portanto, não é feito para desbotamento) e o resultado não pareceria muito natural com as suas características, as suas sobrancelhas, etc.
Como referência, diga a si mesmo que pode iluminar 2 tons, e até mesmo ir até 5 tons a menos para clarear de forma acentuada.

Escolha a sua descoloração: dosagens por volume
Para evitar danificar muito o cabelo, tome cuidado para não descolorir mais do que o necessário. Dependendo da sua cor original, escolha as seguintes potências escritas na embalagem:
•    Volume 20: para cabelos naturalmente claros ou já bem branqueados
•    Volume 30: volume intermediário que se destina a castanhos naturais e cabelos que tiveram uma primeira fase de descoloração embora ainda apresentem pigmentos
•    Volume 40: para cabelos naturalmente escuros

Descoloração de cabelo: método eficaz, mas agressivo
Para clarear os cabelos, a descoloração ainda é a solução mais eficaz, que dará os melhores resultados. No entanto, esteja ciente de que isso pode enfraquecer o cabelo, tornando-o seco e quebradiço.
Esta fragilização é inevitável, embora possa ser limitada com uma boa aplicação.
Outro ponto importante é prestar atenção às alergias que isso pode causar no couro cabeludo. Se já tem um couro cabeludo sensível ou com comichão, considere outros métodos de coloração de cabelo.
Para mulheres grávidas com cabelos já enfraquecidos pelas hormonas, a descoloração de cabelo não é muito recomendada por causa das inalações (use máscara se for necessário). Se realmente deseja desclorar, o seu cabeleireiro poderá aconselhar e indicar a composição dos produtos. Caso contrário, existem técnicas mais adequadas que pode usar.
De um modo geral, pode fazer as suas decorações de vez em quando, mas não faça isso regularmente. Principalmente por ser irreversível e, se quiser voltar à sua cor natural, terá que esperar o crescimento e cortar as pontas aos poucos.

Descoloração natural do cabelo: é possível?
Para iluminar o cabelo de forma natural, sem peróxido de hidrogénio ou qualquer outro produto, pode usar métodos naturais para dar um efeito clareador. Já existem alguns ingredientes bem conhecidos, como limão ou camomila.

Descoloração natural do cabelo ... ou não!
O termo "descoloração natural" é um pouco usado em demasia. Não conseguirá um louro platinado com métodos naturais, especialmente começando com cabelos castanhos.
Descolorar o cabelo significa antes de mais nada remover o pigmento do cabelo para obter um loiro bem claro (cabelo branco translúcido), e depois pintar.
Uma solução intermediária para obter um loiro dourado ou um tom bronzeado se for castanho claro, pode ser o spray clareador. Para ruivas, o spray funciona para deixar uma loira veneziana evitando pintar tudo!

Descoloração de cabelo: Método caseiro

Para fazer o clareamento, recomendo que proceda em etapas para que o cabelo se acostume aos poucos, principalmente porque os cabelos compridos reagem à oxidação mais lentamente do que as raízes, evitando queimar o couro cabeludo com uma exposição muito longa!
Observe a aplicação com atenção, se perceber que após 5 minutos não tem efeito, retire o produto, não adianta guardá-lo, além de danificar os cabelos.
Respeitado o tempo de exposição, os cabelos enxaguados e secos, deve-se aplicar a descoloração caseira na raiz com uma escova de cabeleireiro.
Em seguida, trabalhe nos comprimentos até que fiquem mais claros, sem ultrapassar 1 hora de exposição. Para evitar deixar o cabelo pegajoso, o cabelo é enxaguado completa e diretamente com champô.

Cuidado capilar
Para acalmar o cabelo, aconselho a aplicação de uma máscara muito nutritiva que pode deixar durante a noite ou o maior tempo possível.
Depois de enxaguar a máscara com cuidado, sem deixar resíduos, pode pintar os cabelos descoloridos! Na verdade, para uma loira cintilante, evitamos deixar apenas a descoloração que vai dar um amarelo opaco.
Além disso, a coloração em cabelos descoloridos restaura o brilho e a uniformidade, ao mesmo tempo que produz reflexos.
Se não tem certeza da cor, não hesite em ir ao cabeleireiro. Este poderá aconselhá-lo em função do estado do seu cabelo e aconselhá-lo sobre tratamentos de hidratação, caso esteja sensibilizado.

Descoloração, coloração, mas acima de tudo manutenção!
Quanto mais drástica for a mudança de cor, mais cuidados o seu cabelo precisará!
Existem champôs reparadores dedicados com tonalidades azuladas ou prateadas que realçarão a nova cor do seu cabelo. São indicados para cabelos danificados ou pintados. Não hesite em usá-los regularmente nas semanas seguintes à descoloração.
Para uma profunda reestruturação e hidratação dos cabelos, use também máscaras nutritivas e fortificantes ou óleos capilares que irão remover o lado áspero do cabelo fechando as escamas.

Como manter o seu cabelo loiro claro?

A sua nova cor pode ficar amarelo pálido! Isso pode acontecer com a coloração loira. Para obter um loiro mais acinzentado, use um agente anti-amarelecimento: a cor pode parecer estranha no início, mas é que o azul neutraliza o amarelo e deixa o cabelo loiro mais bonito.
Um dos tratamentos capilares consistirá, portanto, em remover o amarelecimento do cabelo para realçá-lo e reavivar o loiro inicial.
Evite o branqueamento com oxidantes em doses muito grandes (volume indicado na embalagem, de preferência acima de 20). Normalmente em pó, também pode escolher géis ou cremes clareadores.
Evite os colorantes em "10 minutos", pois eles podem não aderir ao seu cabelo recém-descolorado.


Serviços Técnicos

Pintar o cabelo com segurança

Para mudar a tonalidade do cabelo, clarear a cor, adotar um estilo chamativo ou cobrir os cabelos grisalhos, muitas mulheres usam produtos de coloração em casa. Fáceis de usar, precisam seguir algumas regras de uso para desfrutá-los com total segurança.
Tintas de acordo com a finalidade
3 tipos de tintas, que se distinguem pelo poder de tingir e pela resistência da cor obtida:
1.    Coloração de oxidação ou coloração permanente: o produto de coloração é combinado com peróxido de hidrogénio e pode conter amónia. A versão "tom sobre tom" contém menos água oxigenada e, na maioria das vezes, não contém amónia.
2.    Coloração direta ou semipermanente: o corante é combinado com um produto cosmético como champô, mousse, etc. A cor desaparece após 4 a 8 champôs.
3.    Coloração temporária: o corante é combinado com um produto cosmético como loção, mousse, etc. A coloração é superficial e é eliminada com o primeiro champô.

Outras técnicas, muito mais antigas:
1.    Corante vegetal: na maioria das vezes, é o pó de hena ou outros corantes vegetais à base de plantas, às vezes combinados com corantes ou metais de oxidação.
2.    Coloração à base de sais metálicos: à base de bismuto, ferro, cobre ou alumínio. Este tipo de coloração não está muito presente em Europa.
Pode encontrar no site da Comissão Europeia, a lista de produtos químicos que não devem ser usados na composição de tinturas de cabelo.

Quais são os riscos da coloração do cabelo?

As tintas são produtos químicos desenvolvidos para o cabelo. Existe, portanto, risco de irritação em contato com a pele, olhos ou membranas mucosas.
•    Projeção nos olhos: a coloração dos cabelos sendo feita perto dos olhos, uma projeção é possível. Enxague abundantemente em água morna por pelo menos 10 minutos enquanto levanta a pálpebra para evitar o risco de irritação da córnea. Se o desconforto persistir por mais de 30 minutos, consulte um oftalmologista.
•    Coloração da pele: esse risco é mais estético do que para a saúde. Para evitar manchar as mãos durante o processo, use luvas. Na maioria das vezes, elas são fornecidas no pacote de tinta de cabelo.
•    Eczema de contato: algumas pessoas sensíveis podem reagir ao contato com uma cor oxidante. Faça um teste antes de tingir.

Algumas precauções para pintar o cabelo com segurança

Leia atentamente as instruções antes de aplicar a sua cor e siga as instruções: preparação do produto, forma de aplicação, tempo de exposição, enxaguamento.
•    Não aplique a tinta se o couro cabeludo estiver irritado ou com caspa. Pode sentir uma sensação de queimadura ou formigueiro.
•    Antes de usar um produto pela primeira vez,  teste, por exemplo no pulso, 2 ou 3 dias antes de fazer a tinta. Este tempo permitirá que  antecipe qualquer reação alérgica.
•    Respeite o tempo de aplicação indicado e enxague bem os cabelos após o tempo indicado.
•    Se sentir ardor, ou comichão durante a coloração, enxague o cabelo imediatamente.
•    Não tente colorir nada além do cabelo (cílios, sobrancelhas, etc.) com um produto de coloração de cabelo, ou fazer uma tatuagem temporária na pele.
•    Mantenha os seus produtos de coloração fora do alcance das crianças.
•    Não misture produtos uns com os outros ou com outros produtos.
•    Use as luvas fornecidas com o produto.
•    Em caso de projeção ou respingos do produto, passe uma esponja e lave abundantemente com água.
•    Nunca use tinta de oxidação após tingir com sais metálicos, pois existe o risco de uma reação exotérmica (forte liberação de calor) que pode destruir o cabelo.
•    Guarde a embalagem por 1 mês. As informações aqui contidas são úteis em caso de reação alérgica.


Cabelo

Dicas para manter a saúde, brilho e vida dos nossos cabelos.



1. Em primeiro lugar, lavar, cortar e hidratar o cabelo regularmente são palavras de ordem. Neste processo é necessário escolher os produtos mais indicados para cada tipo de cabelo.

Uma linha mais hidratante para quem tem o cabelo seco ou quebradiço ou uma linha específica para quem tem cabelos pintados, por exemplo. Saber qual é o nosso tipo de cabelo é muito importante, para sabermos como tratá-lo na perfeição.

2. Após lavar o cabelo, pelo menos duas vezes por semana, é necessário aplicar uma boa máscara hidratante, para restabelecer os níveis de hidratação dos fios de cabelo.

Se o cabelo é seco, deve utilizar-se máscara duas vezes por semana, até obter-se a hidratação necessária, passando depois a aplicá-la apenas uma vez por semana.

3. Uma dica muito importante – Evitar desembaraçar o cabelo enquanto ainda estiver molhado, pois ao passar um pente pelos fios de cabelo entrelaçados, estes correm o risco de ficarem partidos ou danificados.

4. Aplicar uma boa quantidade de spray protetor de calor e secar o cabelo com a ajuda de um secador. Secar todos os dias o cabelo não o danifica, desde que o secador seja colocado a uma distância de cerca de 25/30 cm do cabelo, utilizando sempre um protetor de calor.

5. É necessário escolher os produtos de styling mais adequados para o look desejado. Sem uma ajuda extra, será difícil alcançar o objetivo pretendido.

Inscreva-se na Newsletter


Neste momento não temos este produto em stock. Introduza o seu email para receber uma notificação assim que o produto esteja disponível.