Chloé perfume L Eau de Chloé desde 0.00 €

Disponibilidade:
Ruptura de Stock
Modelo:
PER-PT-6558
Marca:
Chloé
Sem avaliação Escreva um comentário

No caso de o produto se encontrar esgotado, clique em cima do mesmo e escolha a opção “Notificar-me”.

Todos os produtos são originais com impostos e taxas incluídas.

partilhar nas redes sociais

Perfumes para Mulheres da marca Chloé

L’Eau de Chloé é a essência da mulher moderna e de sua rara e surpreendente elegância. A harmonia cítrica das notas de abertura nos remete à refrescância das frozen-lemonades, um drink refrescante muito comum no hemisfério norte. Grapefruit, pêssego e limão cedrat foram combinados com um equilíbrio fascinante. O coração etéreo é marcado pela súbita presença das rosas; suas pétalas e folhas produziram um sumo delicado e extremamente feminino. Aos poucos, as primeiras notas sofisticadas de patchouli e cedro revelam a sedução da fragrância, marcando seu encerramento amadeirado e duradouro sobre a pele


EDP Eau de Parfum água de perfume
EDP.REC água de perfume recarregável
EDT Eau de Toilette água de Toilette
EDT.REC água de Toilette recarregável
EDC Eau de Cologne água de Colônia água de colónia
AS After Shave Loção Pós-Barba
AS.BALM After Shave Balm Gel Pós-Barba


Vídeo de apresentação


1952, para as casas de moda parisienses, é hora de alta costura e alta costura, com silhuetas rígidas e estruturadas de Dior e Balenciaga. Gabriella Hanoka, também conhecida como Gaby Aghion, uma parisiense de origem egípcia que rejeita essa estética, decide lançar com seu parceiro Jacques Lenoir uma linha de pronto-a-vestir de luxo, cujas roupas estariam disponíveis imediatamente; já cortadas e fabricadas com materiais de alta qualidade que exigiriam um retoque mínimo.
Um modelo que a Givenchy reproduzirá com sua coleção da Universidade em 1956, a Yves Saint Laurent com sua linha Rive Gauche, no final da década de 1960. No que diz respeito à própria essência da silhueta de Chloé, encontramos a fluidez dos tecidos e cortes, bordados ingleses, crepe de seda com pregas, rosa pó ou bege bege que lembra areia egípcia, mas também rendas.


Mas por que Chloé?

Gaby Aghion, pensando que seu nome evocava o de uma vidente, prefere o espírito feminino e ousado de uma amiga, Chloé Huisman, estilista da Galeries Lafayette. A primeira coleção inclui apenas seis modelos e Gaby Aghion, que é acima de tudo cliente de moda, cuida de tudo, do fornecimento à venda, apenas quatro anos depois eles apresentam uma segunda coleção. complete durante um café da manhã no Flore e conheça artistas parisienses. Sucesso desde que a marca recebe o apoio de Hélène Lazareff, fundadora da revista Elle. Eles contratam estilistas e novos talentos a cada ano, como Michèle Rosier ou Maxime de La Falaise (mãe de Loulou), que ganharão notoriedade nos próximos anos.
Em 1971, a primeira loja homônima foi inaugurada no 7º arrondissement de Paris e, dois anos depois, nasceu o primeiro perfume Chloé. Uma das mais populares fragrâncias florais e femininas da época.

Karl, Stella, Phoebe, Hannah… O baile dos diretores de arte

Foi em 1966 que Jacques Lenoir decidiu recrutar um certo Karl Lagerfeld, tendo trabalhado para Jean Patou, como o principal criador da casa. Com suas saias esvoaçantes e blusas finas, Chloé rapidamente se tornou uma das marcas emblemáticas dos anos setenta. Jackie Kennedy, Brigitte Bardot e Maria Callas e Grace Kelly estão entre seus clientes mais prestigiados. Em meados da década de 1980, após 20 anos de serviço leal, Karl Lagerfeld partiu para a Chanel.

Após essa época gloriosa, a marca perdeu impulso em meados da década de 1980 e foi adquirida pelo grupo de luxo Dunhill Holdings, que se tornou Richemont. Gaby Aghion e Jacques Lenoir se aposentaram e a direção artística foi novamente deixada para os estilistas que tiveram que fazer um nome para si. Sem sucesso, apesar do talento de Martine Sitbon, Karl Lagerfeld foi convocado em 1992 para ajudar a marca a sair da água. Sua missão durará cinco anos e ele desfilará os maiores tops como Linda Evangelista, Christy Turlington, Kate Moss e Naomi Campbell em vestidos evanescentes.

Em 1997, uma mudança de direção para a casa desde que a jovem Stella McCartney, 25 anos, foi impulsionada à cabeça da criação e trouxe um novo fôlego feminino, romântico e atrevido. Auxiliada por uma certa Phoebe Philo, sua primeira coleção foi um sucesso comercial graças a peças com vintage, rock e looks sexy. Em 1999, Ralph Toledano assumiu a administração da empresa.
Quando Stella McCartney decidiu se dedicar à sua própria marca em 2001, Phoebe Philo assumiu com sucesso as rédeas e trouxe seu toque sensual e sofisticado às coleções de 2006. Principais realizações? A introdução de bolsas nos desfiles, seguida pelo lançamento de uma linha de artigos de couro com a Camera Bag, depois a Paddington, que se tornou a primeira das it-bags. Também devemos a ele a linha See by Chloé, mais acessível e dedicada aos mais novos. Após essa proeza, não é de surpreender que a marca agora contenha Sofia Coppola, Kirsten Dunst e Lou Doillon entre seus clientes mais fiéis.

Após, sucedeu Paulo Melim Andresson e seu estilo excêntrico, e Hannah McGibbon e suas coleções ultra chiques com uma herança dos anos setenta que a ajudarão a ser coroada diretora artística de 2008. Ela saiu de casa em 2011 para dar lugar a Clare Waight Keller e suas silhuetas, todas em fluidez e feminilidade, mas pontuadas com toques de menino. Seis anos de sucesso depois, Natacha Ramsay-Levy é chamada para substituí-la. Desde então, ela vem expandindo as linhas de acessórios todos os anos, com muitas jóias e sapatos. Mas, segundo os rumores, a francesa está prestes a sair de casa ...


Perfumes para Mulheres

O perfume é composto de óleos essenciais aromáticos, álcool e água, é classificado em varias famílias olfativas.
A força de um perfume depende, basicamente da concentração de matérias-primas utilizadas em sua concepção.
 São notas que definem o cheiro que se difunde na pele:
 Notas de Saída (Cabeça) A introdução. A impressão inicial com ingredientes ligeiros e voláteis que evaporam rapidamente
Notas de Coração (Corpo) A personalidade do perfume, são notas que expressam o tema principal da fragrância
Notas de Fundo (Base) Garante o poder de fixação de uma fragrância com ingredientes pouco voláteis, é o último acorde a ser percebido e o que permanece por mais tempo.
Existe 4 classificações ( da maior até a menos): o Parfum (ou Perfume), o Eau de Parfum, o Eau de Toilette e o Eau de Cologne que depende principalmente do porcentagem de concentração dos óleos naturais,
 

Perfumes

O perfume é composto de óleos essenciais aromáticos, álcool e água, é classificado em varias famílias olfativas.A força de um perfume depende, basicamente da concentração de matérias-primas utilizadas em sua concepção.
São as notas que definem o cheiro que se difunde na pele:
Notas de Saída (Cabeça) A introdução. A impressão inicial com ingredientes ligeiros e voláteis que evaporam rapidamente
Notas de Coração (Corpo) A personalidade do perfume, são notas que expressam o tema principal da fragrância
Notas de Fundo (Base) Garante o poder de fixação de uma fragrância com ingredientes pouco voláteis, é o último acorde a ser percebido e o que permanece por mais tempo.
Existe 4 classificações ( da maior até a menos): o Parfum (ou Perfume), o Eau de Parfum, o Eau de Toilette e o Eau de Cologne que depende principalmente do porcentagem de concentração dos óleos naturais,
 


Neste momento não temos este produto em stock. Introduza o seu email para receber uma notificação assim que o produto esteja disponível.



Inscreva-se na Newsletter